Terça-feira, 17 de Junho de 2008

Porque é que o Feng Shui não é simplesmente apenas mais uma moda

Um pouco por todo o mundo, designers de interiores estão-se a voltar para o Feng Shui. Esta arte milenar, está a ganhar mais e mais adeptos. O Feng Shui ajuda a posicionar tudo no Compasso Feng Shuimundo que nos rodeia. Desde o posicionamento de edifícios até aos acessórios e mobília na nossa casa. O objectivo: encher a nossa vida de energias positivas e atrair sorte e abundância.

De salientar que não se pode encarar o Feng Shui apenas como uma arte. É, de facto, uma arte mas é muito mais que isso. O Feng Shui é um estilo de vida, uma forma de viver e respirar. Muda-nos a nossa forma de encarar a vida e o mundo que nos rodeia.

O Feng Shui pode também ser equiparado a uma ciência uma vez que existem muitos princípios científicos nos métodos utilizados. Está provado que divisões com amontoados de coisas nos colocam em estados de depressão e inactividade. Um dos princípios básicos do Feng Shui é exactamente criar espaços amplos e livres de forma a que a energia positiva flua e nos encha os nossos lares.

Por exemplo, as cores são um dos cavalos de batalha no Feng Shui. Esse é, também, uma das principais preocupações dos designers modernos. Um equilíbrio de cores perfeito leva a ambientes perfeitos. E, dependendo do objectivo de cada local, as cores devem ser escolhidas apropriadamente.

Estudos científicos mostram que as cores condicionam o nosso estado de espírito. Cores alegres enchem-nos de energia enquanto cores escuras têm o efeito oposto. ApeJardim Feng Shuisar de nunca ter sido feito um estudo em paralelo com os ensinamentos de Feng Shui, a ciência aproxima-se desta arte milenar.

Utilizar Feng Shui não causa mal nenhum, por isso é justo e seguro tentar uma cura ou solução. O pior que pode acontecer é ter de repintar um quarto de novo ou colocar a mobília na posição inicial.

O Feng Shui está para ficar e ganha popularidade a cada dia que passa. Esta prática venceu o caminho até aos nossos dias e, provavelmente, está na altura de experimentarmos. Afinal, o grande objectivo é de vivermos cada dia da nossa existência melhor, com mais saúde, sorte e abundância. E são esses os grandes objectivos do Feng Shui.

publicado por Zen às 01:16
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Setembro de 2006

Os 5 erros mais frequentes em Feng Shui

Muito se escreve sobre o que se deve escrever e dos benefícios de utilizar Feng Shui na nossa vida. No entanto, pouco se vê escrito sobre os erros da sua utilização e das situações em que não se deve usar de todo.

1. Amontoar de Tralha.
Uma das causas mais frequentes dos bloqueios de energia nas nossas vidas é o amontoar de tralha nos espaços onde habitamos. Antes de efectuar qualquer cura ou análise, deverá retirar Feng Sjui - Equilibriodo espaço tudo o que possa constituir um entrave ou obstáculo à livre circulação de energia. Só após esta "limpeza" é que poderá, então , colocar uma cura.

2. Falta de definição de objectivos.
Quando se coloca uma cura, por exemplo de riqueza, é necessário que esteja presente na mente de quem a coloca quais os objectivos exactos. Se colocar com algum sentido lato como "riqueza" dificilmente conseguirá ter um resultado visível. Agora se visualizar perfeitamente um objectivo definido. Um objectivo tal como a resolução de um problema ou o final de um negócio, aí os resultados serão mais satisfatórios.

3. Usar apenas curas Chinesas.
O Feng Shui é uma arte de origem Chinesa. No entanto, devidos aos anos de utilização, outras culturas foram contribuindo com pedaços de sabedoria e conhecimento. Culturas como a Tibetana ou a Índia, trouxeram contributos importantes e que não podem ser ignorados.

4. Demasiadas alterações ao mesmo tempo.
Quando há uma consulta de Feng Shui com um profissional, é traçado um plano de alterações e o seu tempo. Esse plano deverá ser cumprido, especialmente no que diz respeito a datas. Terá de ser concedido tempo para que as energias se restabeleçam, para que a harmonia seja alcançada, e só depois então seguir para o próximo passo. Para que os resultados sejam visíveis e se identifiquem novas necessidades paralelas de colocação de curas.

5. Colocar uma cura e virar costas.
Todos os processos necessitam de acompanhamento. É impossível simplesmente colocar uma cura e abandona-la. Todos os dias deverá voltar ao local da cura, certificando-se que tudo está bem. Compondo, se for caso disso, ou até mesmo repondo caso se tenha estragado por alguma razão. Por exemplo, se houverem animais domésticos, é frequente que estes derrubem e estraguem algumas disposições da nossa decoração em casa.
publicado por Zen às 16:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|


Repondemos à sua pergunta aqui neste blog. Por favor contacte-nos através do e-mail momentozen@sapo.pt. Coloque-nos todas as suas dúvidas e nós tentaremos responder o melhor que podemos e sabemos.

::posts recentes

:: Porque é que o Feng Shui ...

:: Os 5 erros mais frequente...

::pesquisar

 

::arquivos

:: Abril 2009

:: Setembro 2008

:: Julho 2008

:: Junho 2008

:: Janeiro 2008

:: Julho 2007

:: Setembro 2006

:: Agosto 2006

::tags

:: todas as tags

::links

::subscrever feeds